Pintura, pintura, pintura e um pouco de musica, só porque até agora só falei disso, não significa que o impressionismo ficou só nisso, também teve um papel importante na literatura.

As obras literárias impressionistas tentavam retratar a realidade cotidiana com uma linguagem imperfeita, com metáforas e ritmos evocatórios, voltada para o estado da alma dos personagens, mostrava o estado em que o personagem estava no momento e como estava a atmosfera que o cercava, ou seja, tudo o que cotidianamente ele passava, frustração, falta de comunicação, cansaço da vida, erotismo e também retratavam muito sobre a morte.

A história é narrada segundo o ponto de vista do herói-autor a partir das perspectivas de vários personagens, com base em suas memórias.

As principais características impressionistas são:
• Emoções, Sentimentos, Cenas, Incidentes, Caracteres, dando maior importância às sensações que são causadas do que aquelas que somente são ditas.

• Valoriza-se a cor, o efeito, os tons, ou seja, é passado somente a visão do instante.

• As emoções da alma são passadas, como enredo ou ação da narrativa, importando mais a narrativa do que a estrutura.

• Descrição da paisagem (fantasia) a realidade não é de todo passada.

• Busca do tempo perdido, através da impressão provocada pela realidade.

Os principais autores impressionistas foram: Charles Baudelaire, Paul Verlaine, Stéphane Mallarmé, Arthur Rimbaud, Virginia Woolf, Joseph Conrad, Eça de Queirós, Ramalho Ortigão, Fialho de Almeida, Cesário Verde.